Encontram-se abertas até 30 de Setembro candidaturas a apoios entre os 50 e os 80% para que possa restabelecer os prejuízos causados pelo fogo que abalou o país neste verão.

As condições de acesso aos apoios e os montantes estão já definidos e, segundo o ministro da agricultura, para incentivar à realização de seguros na agricultura, os agricultores que seguraram as suas explorações poderão receber 80% da despesa não coberta pelas seguradoras.


Os agricultores sem seguros que vão reabilitar as suas explorações, afetadas pelos incêndios deste verão, podem receber 50% dos gastos que terão. O Ministério da Agricultura anunciou tambem que vai conceder apoios ao “restabelecimento do potencial produtivo” de modo a que sejam repostas as condições de produção das explorações agrícolas, pecuárias e florestais afetadas pelos fogos.

Os apoios a fundo perdido destinam-se à reposição de animais reprodutores, de equipamentos e de máquinas agrícolas em explorações atingidas pelos incêndios, sendo que os danos terão de ser confirmados pelos serviços locais da Direção Regional de Agricultura e Pescas.

Para mais informações, contacte-nos!