Este conjunto de plantas, é difícil englobar num só contexto, pois a sua diversidade quer de espécies quer de aplicações, ou mesmo de formas de escoamento é tão grande, que até a informação por mais completa que a queiramos fornecer, estará quase sempre incompleta.

As notícias que falam das medicinas alternativas, saúde e bem-estar, estética e beleza, etc. muitas das vezes estão associadas a estas plantas. E é do conhecimento de todos, que a estes temas atrás referidos estão associados também muitos euros de investimento pelo consumidor!

Do ponto de vista agrícola, a adaptação da maioria destas plantas é grande, pois além de grande parte delas possuir muita rusticidade, a sua variedade permite que se possa apostar nas espécies mais adaptadas e simultaneamente nas mais rentáveis,de acordo com as várias realidades e condicionantes agrícolas do País.
O mercado e por consequência, a produção de plantas aromáticas e medicinais são um campo em grande expansão em Portugal. Cabe a si, “jogar” por antecipação.