A horticultura, é hoje em dia uma actividade agrícola com grande potencial principalmente no litoral do País, aproveitando as várias vantagens, dos quais destacamos as condições propícias de clima e solo, e também a facilidade de escoamento nos grandes mercados abastecedores nacionais. Engloba um leque muito alargado de produtos, com variadas características, mas acima de tudo com rentabilidades compensatórias, se geridas e trabalhadas com inteligência.

Se produzida em modo intensivo (produção em estufa), permite várias campanhas por ano, implicando desde logo, proveitos mais ou menos constantes. Tudo depende da capacidade de gestão do horticultor!

Várias novidades e novos produtos de nicho de mercado são produzidos neste grupo sendo que à elevada produtividade adicionar-se valor, estão criadas as condições mínimas para o sucesso! Muitos factores determinam este fenómeno, mas quase sempre é o velho princípio da oferta e da procura. O factor oportunidade aqui é de máxima importância: a ideia base é produzir o que os outros não produzem ou produzem em reduzida quantidade, em épocas menos propícias do ano.