Projectos Florestais

Elaboração de projectos e acompanhamento.

Elaboração de projectos e acompanhamento junto das entidades competentes, das candidaturas a ajudas comunitárias nas várias actividades florestais, das quais aqui neste site damos alguns exemplos. 

Fornecemos todas as informações, resumindo os pormenores que são importantes para si. Deixe a elaboração, acompanhamento processual e os procedimentos burocráticos connosco! Informamos sobre regalias e exigências, prazos, vantagens e desvantagens sobre as suas ideias de investimento pecuário, enquadrando a legislação à sua realidade particular.
 

Zona de Caça e Pesca

É uma actividade em crescendo no nosso País, onde cada vez mais as novas exigências – em termos ecológicos e ambientais – faz com que o ordenamento piscícola e cinegético, seja já uma realidade em muitas zonas do litoral ao interior.

Em virtude dessas exigências a Agroprojectos, disponibiliza a possibilidade de serem elaborados projectos de zonas de caça e pesca, onde podem ser adquiridos exemplares para repovoamento, instalação de zonas de abrigo, construção de campos de alimentação etc.

Podem beneficiar destas ajudas, entidades que estejam legalmente constituídas – Zonas de Caça e Clubes ou Associações de Pescadores - , desde que sejam titulares ou que tenham poderes sobre propriedades florestais, com uma ajuda a fundo perdido entre 50 a 80%.


Parques de Merenda

Os espaços florestais têm cada vez mais uma função de descanso e lazer a eles associados.
Uma das apostas da Agroprojectos, consiste na divulgação e concretização destes projectos, onde os proponentes – Câmaras Municipais, Juntas de Freguesias e Concelho Directivos dos Baldios – podem usufruir de pequenos projectos, até um valor de 25.000 €, em que os investimentos em equipamentos ( mesas, bancos, churrasqueiras, contentores do lixo etc.) possam ser instalados em espaços florestais, com o objectivo de que todas as pessoas possam desfrutar das mais valias criadas nestas áreas.

Podem beneficiar destas ajudas, Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia e Conselho Directivos dos Baldios, desde que sejam titulares ou que tenham poderes sobre propriedades florestais, com uma ajuda a fundo perdido de 100%.


Arborizações

Dos vários serviços prestados pela Agroprojectos neste contexto, e previstas no conjunto das ajudas para a floresta, destacam-se a instalação de povoamentos ( com identificação das melhores alternativas de exploração florestal), reinstalação de povoamentos devido a catástrofes – fogos florestais – recuperação do potencial de produção florestal, substituição parcial ou total de povoamentos ecologicamente mal adaptados ou cuja produção se encontre significativamente abaixo do seu potencial produtivo, etc.

A perspectiva global com que analisamos a sua área florestal, sempre acompanhada de visita ao local, faz com que as intervenções no terreno sejam devidamente planeadas e ajustadas à situação particular.

Podem beneficiar destas ajudas, a fundo perdido, quaisquer indivíduos de nacionalidade portuguesa, residentes ou não em território nacional, desde que sejam titulares ou que tenham poderes sobre propriedades florestais.


Beneficiação de Povoamentos

Estes projectos possuem entre outros objectivos a promoção, manutenção e melhoria das funções das áreas florestais, afim de melhorar e adequar as redes de infra-estruturas – caminhos florestais – para estes espaços.

Intervenções tais como a limpeza de matos, adensamento, a recuperação de povoamentos, a substituição de povoamentos mal geridos/instalados, remoção de arvores doentes e mortas podem beneficiar de apoios financeiros que atingem em certos casos os 100% de ajuda a fundo perdido.

Podem beneficiar destas ajudas quaisquer indivíduos de nacionalidade portuguesa, residentes ou não em território nacional, desde que sejam titulares ou que tenham poderes sobre propriedades florestais.


Equipamento de Exploração Florestal

As ajudas previstas neste contexto, têm por objectivo apoiar investimentos no âmbito da exploração florestal, comercialização e transformação de material lenhoso e gema de pinheiro, nomeadamente:

  • Modernizar o parque de máquinas e equipamentos de exploração florestal, adoptando tecnologias e processos que conduzam à valorização dos produtos florestais;
  • Incentivar a concentração da oferta do material lenhoso com vista à sua classificação, triagem, normalização e armazenamento em boas condições físicas e sanitárias até à sua entrega às indústrias transformadoras;
  • Valorizar o material lenhoso e a gema de pinheiro enquanto matérias-primas para transformação industrial;
  • Contribuir para o aumento da capacidade negocial dos produtores florestais, nomeadamente através da melhoria da circulação de informação sobre dimensões e qualidade dos produtos;
  • Minimizar os impactes ambientais causados pelas actividades florestais, através da utilização de equipamentos adequados e de técnicas e sistemas de exploração compatíveis com a preservação dos ambientes florestais.